Cookies são pequenos ficheiros de texto transferidos para o seu computador cada vez que visita um sítio.

AVISA-SE TODA COMUNIDADE QUE IREMOS PROCEDER À RENOVAÇÃO DOS NOSSOS CANAIS DE COMUNICAÇÃO

Assim nesta página deixaremos de publicar noticias, passando apenas a publicar em WWW.AESAS.PT

A nossa página do FACEBOOK também já foi renovada!

Temos ainda instagram, youtube e twitter

Bom ano letivo para todos !!!

(publicado em setembro de 2018)

Caso não consiga ver a nova imagem

deverá no seu browser limpar a cache de dados
Veja como para
Google Chrome
Firefox
Edge/Internet Explorer

Exames: Esclarecimento Melhorias para efeitos de acesso ao ensino superior

Pedido esclarecimento sobre o ponto 14 da Norma 01  e sobre limites temporais para melhorias no secundário...
 
"14. No mesmo ano escolar, um exame final nacional realizado na 2.ª fase de exames só pode incorporar  a  classificação  final  do  ensino  secundário  para  a  2.ª  fase  do  concurso de acesso ao ensino superior. Nos anos escolares subsequentes, este exame pode incorporar a  classificação  final  do  ensino  secundário  para  candidatura  a  qualquer  das  fases  de acesso ao ensino superior. "
 
Resposta:

O que diz no ponto 14 está correto mas é uma outra questão.

 

Em relação à questão original, para efeitos da média do secundário para acesso não há limitação temporal quanto às melhorias, desde que realizadas através de exame nacional (de acordo com o artigo 42º. do DL n.º 296-A/98).

Isto não tem nada a ver com provas de ingresso.

Por exemplo, um aluno pode ter concluído a disciplina de Português há 10 anos e, se realizar em 2018 o exame 639 e obtiver uma CFD superior, é essa que irá contar para o cálculo da média da ficha ENES de 2018.

 

Por esse motivo é que os registos das disciplinas com exames nacionais que são geridos de forma independente.


Quanto ao ponto 14, o que diz é que os exames realizados na 2ª fase são “penalizados”, só podendo ser usados na 2ª candidatura.

No entanto:

- para efeitos de prova de ingresso essa “penalização” mantém-se para os 3 anos de validade do exame;

- para efeitos da média do curso essa “penalização” só existe no ano de realização do exame (no ano seguinte a média que integra essa CFD obtida em 2ª fase já pode contar para a 1ª candidatura).

 

via

(suporte técnico do ENES)